Marketing como força de transformação

Como você enxerga a atuação do profissional de marketing no futuro? Nesse futuro que já está acontecendo?


Nos tempos acelerados de transformação, onde as mudanças acontecem mais rapidamente que nossa capacidade de nos adaptar a elas, quais serão as novas exigências para nós, profissionais de marketing, não sermos atropelados pela tecnologia?

O marketing ganha cada vez mais visibilidade como fator estratégico para os negócios. Em um novo estudo da McKinsey, 83% dos CEOs enxergam o marketing como um dos principais impulsionadores do crescimento.

Profissionalmente, vivemos atualmente um período de muita oportunidade, mas temos que saber como atender às novas demandas do mercado e desenvolver uma nova abordagem do nosso trabalho.

As principais características do novo profissional de marketing


Saber onde investir

O profissional inovador de marketing dá mais foco em processos de inovação e experiência do consumidor. Por isso, ele precisa ser analítico e permanecer focado nos objetivos de cada etapa do planejamento de ações.

Aprender a desaprender

Em um mundo com transformações tão ágeis, é fundamental ter vontade de aprender sempre mais! Nesse caso, não se trata de conhecimento teórico, mas sim de aprender fazendo. A expressão “learn by doing” (ou aprender fazendo) pode resumir uma das principais características do novo profissional de marketing. 

Portanto, há muito espaço para profissionais curiosos, que rejeitam culturas que não trazem resultado e adotam a postura de testar novos formatos, experimentar novas soluções, automatizar operações e se mover rapidamente, sempre tendo o cliente no centro da sua abordagem.

Buscar novas parcerias dentro e fora da empresa

O novo profissional de marketing tem papel estratégico dentro das empresas e deve buscar parcerias fora da relação tradicional, apenas como área de apoio, e assumir seu papel de para criar relacionamentos e construir pontes entre as diversas áreas da empresa.

Marketing e dados são inseparáveis, por isso o novo CMO deve ser um parceiro estratégico do CTO para além da visão limitada de usuário de tecnologia. Além disso, deve ser um parceiro interno de estratégia do CEO, focando em atividades-chave de criação de valor e crescimento de forma sustentável e que faça sentido em relação ao retorno sobre o investimento, para conseguir defender seu orçamento com o CFO em momentos de cortes.

Os 8 principais perfis do novo profissional de marketing


A estimativa do Fórum Econômico Mundial no relatório O Futuro dos Empregos, de 2018, afirma que até 2025 a nova economia digital criará 133 milhões de postos de trabalho, sendo que 54% deles exigirão habilidades que nem sequer existem.

Portanto, saber quais são os perfis e as habilidades que o novo mercado demandam é importante para todo profissional se adaptar às novas exigências.

Confira 8 perfis do novo profissional de marketing:

  1. Growth Hackers: lideram rápido a experimentação em marketing em diferentes canais on e offline e buscam o desenvolvimento de novos produtos para otimizar a atividade e impulsionar o crescimento.
  2. Storytellers: dominam a narrativa para criar conexões emocionais mais profundas com os clientes.
  3. Curadores de Experiência com o Cliente: são empáticos e projetam maneiras de conectar clientes a marcas de maneiras hiperpersonalizadas.
  4. Designers de inteligência artificial: colaboram com times de tecnologia para projetar robótica e a criar interfaces mais humanas.
  5. Designers de experiência imersiva: conectam estratégias digitais a experiências físicas por meio da experiência em ambientes altamente conectados.
  6. Futurologistas: terão responsabilidade de identificar e antecipar novas oportunidades para a empresa com base nas tendências atuais e futuras dos clientes.
  7. Geradores de Insight: assim como o perfil de futurologistas, esse profissional será responsável por aprofundar-se em dados para gerar novas ideias e trazer inovações para as empresas a partir das necessidades e comportamentos dos clientes.
  8. Matchmakers: identificam as oportunidades para gerar valor e integrar os stakeholders.

Como o estudo da McKinsey mostrou, nós profissionais de marketing estamos vivendo uma janela de oportunidade excelente para juntar dados, emoções e tecnologia para criarmos melhores experiências para o cliente e mais valor para os negócios. Cabe a nós aproveitarmos o momento para assumir a autoridade pelo crescimento e inovação, de forma responsável.