Agência de MarketingMarketing da TransformaçãoMarketing DigitalPlanejamento de Marketing

As eleições acabaram – 2018 finalmente vai começar?

Por 26 de outubro de 2018 janeiro 14th, 2019 Nenhum Comentário.

As mudanças já aconteceram e o seu negócio tem que estar preparado para esse momento.


Estou escrevendo esse texto na sexta-feira, 26 de outubro de 2018, antes do início da votação que irá decidir a eleição presidencial mais imprevisível de todos os tempos.

Daqui de onde estou – e estive todo esse ano – tenho a impressão que 2018 começa agora.

Não foram apenas o carnaval, a Copa do Mundo e as eleições. Paira no ar uma espera, como se estivéssemos em suspensão, ansiosos por uma definição.

No próximo domingo à noite, teremos uma ideia dessa definição.

E como o seu negócio está preparado para o que vier?

Fora de qualquer embate político, há negócios a serem fechados e uma vida a ser ganha.

O cenário, em qualquer uma das hipóteses, ainda é incerto. Estamos vindo de quatro anos de uma economia em queda, dois deles com PIB negativo e um crescimento tímido na sequência.

Uma pesquisa feita pelo Ipespe em Setembro e publicada hoje no jornal Valor Econômico mostra que predominam os sentimentos negativos no Brasil – 79% estão preocupados, com medo, tristes ou indignados, enquanto apenas 19% estão esperançosos, entusiasmados ou alegres.

Esses são os consumidores, parceiros, fornecedores, clientes dos nossos negócios que precisam ficar confiantes, entusiasmados e prontos para deixar esses anos de incertezas para trás.

Como empresários, temos que transmitir essa confiança, resolver as dores dos clientes e ajuda-los a contornar as objeções.

Estamos vivendo um momento muito significativo de mudanças de ordem mundial. E esse não é apenas um momento de transição que será uma exceção. Entramos em um “novo normal”, que exige um esforço não de vender nossos produtos, mas fazer com que os consumidores comprem de forma consciente.

Mudanças são necessárias nesse momento.

Responder sinceramente algumas perguntas pode ajudar a refletir sobre como você e seu negócio irão viver os próximos anos:

  • Seu negócio depende do humor do mercado ou de iniciativas do governo?
  • Você já definiu como quer se relacionar com questões que os consumidores estão trazendo, como inclusão e sustentabilidade?
  • Seu negócio precisa ajustar sua proposta de valor?
  • Que conteúdo você está provendo para o seu mercado?
  • Sua equipe está capacitada para travar esse novo diálogo com o consumidor?
  • Quanto do seu investimento você vai colocar nas iniciativas de vendas tradicionais e quanto você está disposto a testar novas formas?

Ainda não sei dizer como despertaremos na próxima segunda-feira, mas tenho certeza que, independente do que aconteça, precisamos agir.

O desafio é nos prepararmos para isso, analisando os novos comportamentos e ajustando nossas ações para esta realidade.

Deixe um Comentário